Kapitalismo de vudu & korrupção

Falar de kurrupção sem dizer que o capitalismo é essencialmente corruptor e corrompe tudo e todos, é fazer pregação moralista”

Márcia Denser, Congresso em Foco

Estou repassando a vocês – com algumas “melhorias” de estilo, of course – um texto do coletivo Vila Vudu, grupo altamente provocador de tradutores radicalmente democráticos e progressistas, e, justamente por isso, plenamente sintonizado com minhas ideias, lá vai:

Dois assuntos que não nos interessam nem mobilizam: a tal de kurrupção e os correspondentes discursos antikurrupção. A tal de kurrupção é doença do capitalismo, mais aguda no capitalismo senil, igual em todo o mundo desde sempre.

O capital manda no mundo e criou imprensa e universidade liberais, EXATAMENTE porque o capital corrompe tudo e todos e sempre, a começar pela imprensa e pela universidade liberais.

Falar de kurrupção sem dizer que o capitalismo é essencialmente corruptor e corrompe tudo e todos, é fazer pregação moralista, metida a ‘ética’ que, no máximo, trocará os nomes dos kurruptos eleitos pela televisão e a imprensa do capital, e todos continuarão – kurruptos e kurruptores em tempo integral – como são, sempre foram e continuarão sendo eternamente no mundo. Festejando o capital.

E é pregação moralista fascistóide, que rapidamente vira degola, pelo que tem de violenta e arbitrária, além de  ’legal’, sempre com alguma teoria de autojustificação, que salva o arbítrio e o autoritarismo e os tornam, não só arbitrários, autoritários e ‘legais’, como também lógicos e “em tese”. Sic transit a ‘justiça’ do capital.

Se a teoria que justifica o arbítrio e o autoritarismo for norte-americana, neste Brasil das ideias fora de lugar, ok: é só mais uma macaqueação ridícula. Mas se a tal teoria surgir na Alemanha nazista, cruzes! Aí é preciso espernear MUITO! A exemplo da “Teoria do Domínio do Fato”, que pintou na cabeça dum teórico do Direito, Hans Welzel, em 1939, na Alemanha.”
Artigo Completo, ::AQUI::
Via Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 Comentários: