Mundo árabe em pé de guerra



Eliakim Araujo, Direto da Redação

“A população e a mídia estadunidense ainda não absorveram totalmente o golpe que representou a morte do embaixador  Christopher Stevens e seus três auxiliares, no consulado estadunidense em Benghazi,  exatamente no dia em que o país celebrava os mortos nos atentados de 11 de setembro de 2001.

É claro que os atentados de 2001 foram muito mais graves, não só pelas perdas humanas e materiais, mas, sobretudo,  porque escancaram a vulnerabilidade  da nação apregoada então como a mais forte e poderosa do mundo. 

O ataque ao consulado em Benghazi, entretanto, tem componentes internos que não existiam há 11 anos, quando Bush estava começando seu primeiro mandato e até saiu politicamente fortalecido do episódio.  Desta vez, o país vive uma feroz campanha eleitoral que divide o país entre o conservadorismo radical da direita e o pensamento liberal de um presidente que não conseguiu cumprir a maioria das promessas de campanha.

Enquanto em 2001 o país se uniu em torno da tragédia, independente de partidarismos, desta vez o republicano Mitt Romney, com o apoio da mídia conservadora,  se aproveitou da situação para transformar o ataque ao consulado e a morte do embaixador  em um fato político,  numa evidente estratégia de conquistar  dividendos eleitorais.  Romney  criticou a política externa da Casa Branca, classificando-a como fraca em relação aos países muçulmanos e de não proteger adequadamente escritórios e funcionários estadunidenses no exterior. As urnas dirão em novembro se a estratégia foi correta. Penso que não.

Na guerra de palavras que se seguiu,  Obama cutucou o adversário – em entrevista ao “60 Minutes” -  ao afirmar que Romney “tem a tendência de atirar primeiro para mirar o alvo depois”.  Em seguida, deitou cátedra em cima do rival: “no exercício da presidência, aprendi que as declarações devem se basear em fatos e devem ser pensadas antes de serem ditas”.
Artigo Completo, ::AQUI::
Via Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 Comentários: