Equador pode se manifestar sobre Assange

As autoridades equatorianas podem se
pronunciar sobre a solicitação de asilo
político apresentada a este país pelo
jornalista australiano Julian Assange

Correio do Brasil / Vermelho

“O chanceler Ricardo Patiño comunicou que, uma vez concluídos os Jogos Olímpicos de Londres, o governo emitiria sua sentença com respeito ao caso do fundador do Wikileaks, que permanece na Embaixada deste país na capital britânica em espera de uma resposta.
Assange ingressou à missão diplomática desta nação sul-americana em 19 de junho, quando enviou uma carta ao presidente Rafael Correia na qual explicou seus temores de ser extraditado aos Estados Unidos pela publicação de informações comprometedores para esse país.

O jornalista australiano suspeita que se for enviado de Londres a Suécia por suposta violação e assédio a duas mulheres, o extraditem ao território estadunidense, onde presume que o condenem a morte sob acusação de espionagem.

Tanto Correa como Patiño realizaram declarações públicas que deixam antever uma decisão favorável à acolhida deste no Equador, enquanto em vários setores políticos e populares existe respaldo a essa possível decisão.

Os dois equatorianos manifestaram indistintamente que a decisão será soberana e terá em conta o respeito às normas e princípios do Direito Internacional, bem como a tradicional política do Equador de precautelar os direitos humanos.”
Matéria Completa, ::AQUI::
Via Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 Comentários: